DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

DEZESSEIS SINAIS DE QUE VOCÊ É UM CURADOR

424
0
COMPARTILHE
SERIE1B

A primeira vez que alguém me disse que eu era uma curadora… Eu pensei: “O que você quer dizer?”

“Você quer dizer que eu poderia ser uma curadora?”, eu perguntei.

Ao que ele respondeu: “Não, você já é uma curadora.”

Eu não sabia o que pensar.

Agora eu compreendi que ser uma curadora é algo que assume muitas formas e cores…

E não há realmente uma compreensão clara do contexto completo do que significa ser uma curadora.

Assim, muitos curadores espirituais não têm idéia de que suas ações, trabalho e propósito, de fato, fazem deles curadores.

Claro, entendemos que os médicos, enfermeiros e curadores de energia são “curadores”.

Mas, como você aprenderá em minha nova mensagem, o que é preciso para qualificar como um curador, é muito mais amplo.

Assim, você é um curador?

Aqui estão 16 sinais que sim, sim, você é:

Realmente, há curadores ao seu redor.

Defino vagamente aqui um curador como alguém que se ajuda, ajuda o outro, ou até mesmo o planeta a se alinhar mais com a verdade Divina, com a luz autêntica e com mais paz, amor, equilíbrio e harmonia.

A cura não apenas se refere a fazer a jornada da doença para a saúde, ou da enfermidade para o bem-estar… A cura se trata destas coisas, mas é também muito mais. A cura envolve se mover ao longo do caminho, alinhando-se com propósito, liberdade e com o seu potencial mais elevado. Será que você poderia ser um curador?

Quando se trata de curadores, muitos destes estão cientes de seus dons e habilidades de cura. Eles “despertaram” para um sentido de compreender o seu propósito e estão ajudando ativamente outras pessoas e o planeta. Algumas vezes, os curadores trabalham na área da saúde; como ativistas, médiuns, massagistas, curadores de energia, xamãs, conselheiros e mais.

Outras vezes, eles não estão plenamente conscientes de suas habilidades como um curador. Eles podem sentir algo diferente sobre si mesmos, ou que algo está faltando em sua vida, mas não são capazes de reconhecê-lo ou de se abrirem para isto.

Em minha experiência, há muitos sinais que apontam as pessoas para os seus verdadeiros chamados.

E ser um curador é, sem dúvida, um chamado.

Aqueles que são curadores, mas que ainda não sabem, são, muitas vezes, as pessoas que terminam dedicando as suas vidas a uma causa e ajudando a acabar com o sofrimento dos outros.

Nossa sociedade não tem uma tradição de reconhecer e de honrar os curadores, e todos nós sofremos por causa disto. Para aqueles que são curadores, mas não reconheceram o seu chamado, eles podem se sentir como se estivessem no trabalho errado – algumas vezes, até no planeta errado!

Se você é um curador, o reconhecimento de suas habilidades de cura irá aproximá-lo de seu eu superior e verdadeiro. Quando você se mover em direção ao seu eu superior, será capaz de viver em seu pleno potencial, curando os outros. Mas como você conhece o seu propósito mais elevado?

Como você sabe se é um curador?

Às vezes, os curadores são reconhecidos por outros curadores e eles recebem um empurrão na direção certa.

Na época em que eu estava despertando, e realmente entrando na espiritualidade, na metafísica e na meditação, eu continuava atraindo pessoas que me diriam que eu era uma curadora.

Não foi até que eu comecei a canalizar que comecei a reconhecer as minhas próprias habilidades de cura, enquanto uma imensa luz de cura fluía através de mim, ao lado de cada mensagem canalizada. Ao longo do tempo, quando eu comecei a confiar mais em mim mesma e em meus anjos, a quantidade de luz que eu poderia canalizar aumentou, o poder da energia de cura que fluía, aumentou, e eu me alinhei com um processo de cura, chamado de Energia de Cura dos Anjos, que eu agora compartilho e ensino aos outros.

Realmente, a luz de cura e o amor do Divino e dos reinos angélicos estiveram sempre disponíveis e foram sempre uma parte de mim. Eu fui sempre uma curadora, mesmo antes que outras pessoas começassem a ver e a perceber isto em mim, mas eu tive que aprender a viver com um coração aberto e estar disposta a receber as bênçãos, mensagens e as energias da luz que estavam vindo para mim.

O despertar para o chamado de um curador é diferente para todos.

Desde que você está lendo este artigo, é bem provável que já tenha tido alguma idéia de que tem habilidades de cura, mas não tem ainda a confiança para reconhecer o que você sabe.

A verdade simples é que você não precisa de ninguém para despertá-lo, ungi-lo ou rotulá-lo como um curador para que seja assim. Você deve simplesmente observar de uma forma honesta a sua vida. As respostas estão bem a sua frente.

Aqui estão 16 sinais de que você é, de fato, um Curador:

Dê uma olhada para ver quantas ressoam com você.

1 – Você trabalha em um campo de cura tradicional ou tem uma história familiar de trabalho de cura em sua família. Isto pode incluir fisioterapeutas, veterinários, massagistas, médicos e enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais e conselheiros, ativistas comunitários, ambientalistas, professores, botânicos e horticultores.

2 – Você já passou por uma boa parte de lutas e de desafios em sua vida, o que o preparou para ajudar os outros com problemas semelhantes. Talvez, você já tenha sofrido grande perda, abuso ou trauma que moldou a direção de sua vida.

3 – Sua energia afeta outras pessoas e outras coisas. Sua presença pode acalmar as pessoas e a sua energia é contagiante. Às vezes, a eletrônica tem uma tendência a ficar instável ou parar de funcionar completamente quando você está por perto.

4 – Você é sensível aos estados de espírito de outras pessoas e pode “ler” outros pensamentos. Muitas vezes, você entra em uma sala e pode imediatamente sentir a vibração energética – pessoas que estiveram discutindo, pessoas que estão entusiasmadas, alguém que esteja perturbado ou irritado. Ao conversar com os outros, você pode dizer o que eles estão pensando ou o que eles querem – sem que eles lhe digam.

5 – Você tem sonhos intensos que, ou o conecta com eventos passados ou futuros, ou que parecem entregar uma mensagem para você ou para alguém próximo a você. Talvez, você sonhe com animais de poder, anjos ou espíritos guias que parecem estar tentando se comunicar.

6 – Você sente uma forte atração em direção a uma mudança global na consciência e de ajudar os outros a realizar esta mudança. Você vê que os eventos de sua vida que estiveram se formando, colocam-no em uma posição para ensinar ou guiar as pessoas a aceitar uma nova perspectiva.

7 – Você ama a natureza e se sente mais confortável quando é capaz de estar fora por longos períodos de tempo. Seus níveis de energia se elevam e você sente que a natureza está se comunicando com você e revelando-se para você.

8 – Você prefere estar sozinho e fica introvertido em grandes grupos. Sua energia é, muitas vezes, esgotada após encontros sociais. Há tantos padrões de energia na sala que fica facilmente confuso e opressivo.

9 – Você é um doador natural. Há um forte desejo de colocar os outros à vontade e de eliminar o sofrimento. Muitas vezes, você age de acordo com estes impulsos, até quando isto significa inconveniência ou uma perda de recursos para o seu próprio eu.

10 – Crianças e animais gostam de você. Eles agem de forma diferente ao seu redor, geralmente eles se acalmam se excitados ou agitados, ou eles simplesmente querem estar próximos de você, em todos os momentos.

11 – Todos, especialmente as pessoas que você não conhece, terminam lhe contando sobre as suas perdas e mágoas. Às vezes, elas até lhe dizem: “Eu não sei por que eu lhe estou contando tudo isto.”

12 – Você tem uma grande quantidade de empatia, simpatia e compaixão. Seu coração dói quando você vê alguém com dor mental ou física; desastres naturais e poluição ambiental lhe trazem angústia e você está profundamente ciente e preocupado com as lutas de outros seres humanos e animais.

13 – Você tem inexplicáveis sensações físicas – dores de cabeça frequentes, formigamentos nas palmas das mãos e pés, indigestão regular, dores nos ombros e no pescoço. Talvez, você também tenha uma história de ansiedade, depressão ou transtorno do pânico.

14 – É fácil para você ver soluções alternativas para os problemas. Você tem um talento especial para tornar a vida mais fácil e raramente vê as coisas em apenas branco ou preto.

15 – Você vê ou sente coisas que outros não conseguem. Às vezes, ou com freqüência, você ouve coisas, vê ou sente coisas que ninguém mais faz. Algumas vezes, esta percepção pode ser clara, como uma voz, a aura de alguém, ou um ser na sala. Em outros momentos, é uma sensação vaga que você não consegue alcançar.

16 – A ideia e o conceito de ser um curador é emocionante para você. Você esteve sempre interessado em conhecer curadores, testar novos modos de cura, ouvir outras histórias de cura e ler livros sobre o tema. Você tem uma sensação de emoção quando se permite pensar que poderia ser um curador.

Se você se vê nesta lista, eu o incentivo a continuar a sua exploração. É muito possível que você tenha habilidades de cura que estão à espera de serem reconhecidas e cultivadas.

O que fazer com os seus dons cabe a você.

Nem todos os curadores têm profissões de cura ou da “Nova Era”. Alguns cultivam os seus dons, usando-os para ajudar quando e como eles podem.

Se estiver curioso sobre onde este caminho poderá levá-lo, siga a sua curiosidade interior para explorar como um curador quer se manifestar através de você. Explore práticas e modalidades espirituais de cura… Talvez algo ressoe mais forte com você e o ajude a determinar uma direção inicial.

Há também ótimos livros lá fora que irão ajudá-lo a expandir o seu conhecimento e entrar em contato com o curador interior. Novamente, ouça a sua voz interior de orientação, pratique a presença e a percepção e saiba que você é guiado. Quando confiar em si mesmo e continuar a tomar medidas, o seu propósito mais elevado e o seu caminho autêntico não poderão deixar de aparecer.

FONTE »»

DEIXE UMA RESPOSTA