Educar com Consciência por Mónica Magano

Educar com Consciência por Mónica Magano

149
0
COMPARTILHE

Sinto que já não se trata “apenas” de educar para a felicidade, educar emoções, educar para serem “mais fortes”, ou … tantos temas que hoje já ouvimos e lemos diariamente… felizmente!!

Na minha visão, trata-se de educar para a Consciência, para um olhar aberto, autêntico, Humano, que a Criança e o Jovem precisam adquirir e integrar sobre si-mesmos.

Educar para a capacidade de se auto-observarem, que então os pode levar à gestão das suas emoções. É a saberem comunicar melhor consigo mesmos, que saberão fazê-lo com os outros, com a vida, com as suas experiências…

É a saberem questionar-se sobre o que acontece no seu Universo Interno, que podem ser Felizes. Não apenas por “verem” nuvenzinhas e Unicórnios…, mas por, com o devido apoio, aprenderem a lidar com Tudo o que a Vida é, e a que estão expostos cada vez mais cedo e intensamente.

Praticarem o estar num espaço de Amor Interno que passa por muito mais do que as tais nuvens e passarinhos… sem tirar o seu devido valor, mas que, não são tudo…

E hoje em dia, infelizmente, por já se validar a importância desta visão, vivemos também perante o risco de se menosprezar a importância de acompanhar seriamente este caminho de auto-descoberta.

Trabalhar com crianças e com as suas Consciências, pede, e cada vez mais, seriedade, estrutura, questionamento, mergulho, para que o que lhes chega, seja Mais* Elas precisam e pedem mais de Nós! Pedem que olhemos com seriedade para as suas mentes, que estejamos atentos ao que nós adultos, lhes passamos… tudo conta!

Há que saber desconstruir as nossas projeções, as nossas expectativas, as nossas crenças de certo e errado, … isso é Crescer a Ser por inteiro… continuamente.

Nem todas as crianças “precisam” mas sim, beneficiam, e muito!

Mas é preciso compreender que não se trata de uma “salvação”… as crianças não têm de ser todas “Zen” …. entre tantos e tantos rótulos que já criámos neste campo.

O que por um lado é atrativo e cientificamente comprovado… traz a massificação do conceito de que meditar e gerir emoções é fundamental, o que leva muitos crescidos, a seguirem este caminho de partilha e serviço… com todo o amor e boas intenções… Mas, estaremos nós a fazer o que estamos a pedir?

Não é mais o tempo de pedir às Crianças o que não sabemos dar…

Ser Facilitador não é fácil, não… É um compromisso na busca de Qualidade no que Damos, desde um ponto de constante auto-observação e busca de mais e mais Autenticidade.
Assim, em conjunto, Crescemos, mais Humanos, Vulneráveis, Fortes, Amorosos, ao Serviço de um Mundo que Expande a olhos vistos!
Artigo de Mónica Magano

Próximos Cursos Formação de Formadores »»

 

DEIXE UMA RESPOSTA